Apreender o Amor, uma constatação! Feliz 2016!


Uma constatação: “o mundo precisa de Amor”! Podemos dizer, que o mundo precisa apreender o Amor! Cada pessoa é esse “mundo”, único, especifico, próprio, suficiente! Ou ao menos deveria sê-lo!

Por outro lado, se o “mundo”, as pessoas precisam de Amor, é porque não receberam a medida necessária! Como corrigir, tão profunda lacuna? Amor não se ensina! Ou ensina?

Só é possível ensinar amar, amando! Uma constatação! Não existe, teoria do Amor, nem Amor na teoria! Amor é um exercício prático e vitalício!

O primeiro Amor, fica, é raiz, princípio, alicerce, alpha, e será ômega também!

Gestos de carinho, cuidado, as continências devidas, regadas de Amor, serão a base do ser humano e levará para toda vida!

Ninguém nasce amando, mas exclusivamente para ser amado! Ser humano, ser amado!

Amor é linguagem humana universal, sentido por todos, mesmo que seja por sua insuficiência! Uma constatação! Insuficiência, que grita muito mais alto e forte, a inexistência da existência humana!

Sem contato, sem toque, sem visão, sem audição, sem olfação, sem sentidos, não há Amor! Amor é sentido! Sentido para toda vida!

Mas o “mundo” precisa de amor, seus atos o denunciam! Alarmante! Na era dos “Compartilhamentos” digitais, o Amor pede socorro! Excessos? Progressos?

Não há como ensinar amar, a não ser amando! Ser humano! Ser amando!

O amor que foi sentido, em plenitude ou em falta, precisa agora ser pensado, elaborado! O Amor que leva a fé, e traz a esperança, precisando do reverso: a fé, a esperança, de que o amor aconteça?

Será este então o que chamam fim dos tempos? Porque é necessário voltar ao início? Recomeçar? Ou seria, continuar? Amar! Mas como, se não se aprende, o que não se apreende!

Discutiu-se tanto sobre o Amor, Eros, Agape, Fileo, filósofos, religiosos, artistas, pessoas, que expressaram seu entendimento, mas pouco exemplificaram! E a constatação? Não apreendemos o suficiente, e portando não aprendemos amar! E o “mundo” carece, padece!

Em 2016, faça diferente, acredite, é possível! Apreenda! Ame com exemplos, e ajude a construir um “mundo” melhor, seu “mundo melhor”! O Sucesso virá! Apreenda, aprenda!

Aproveito para dedicar estas simples linhas a minha esposa Rosangela, hoje (29/12/2015) completamos 25 anos de Matrimônio! Seu amor de exemplo, seu exemplo de amor, é uma referência de aprendizado, na prazerosa caminhada da nossa vida!

“Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o Amor. O maior deles, porém, é o Amor” (1 Coríntios 13:13).
Feliz 2016!

anuncio