Olá Visitante | Cadastre-se | Esqueci a senha
 

Buscar por                 Todos

Facebook Twitter Youtube rss InstagramPinterest
- 28/09/2012 03h03 - Assessoria/SindmetauSJC

São José dos Campos: metalúrgicos da GM fazem manifestação pela manutenção dos empregos

Os metalúrgicos de General Motors que estão em layoff realizaram uma manifestação pelas ruas do centro de São José nesta sexta-feira, dia 28. O ato contou com cerca de 200 trabalhadores e foi mais uma iniciativa pela Campanha em Defesa dos Empregos.

Após assembleia realizada na sede do Sindicato, eles saíram em caminhada pelas ruas do centro, carregando faixas, bandeiras e materiais pedindo o apoio da população na luta contra as demissões. Cada posto de trabalho fechado na fábrica deve levar a outras sete demissões na região.

Os manifestantes passaram pela Praça Afonso Pena e, em seguida, dirigiram-se ao Paço Municipal, em mais uma tentativa de cobrar do prefeito Eduardo Cury uma posição diante dos planos da montadora de colocar 1.840 trabalhadores na rua. Quando os manifestantes chegaram, os guardas municipais fecharam os portões, impedindo o acesso à Prefeitura.

O dirigente internacional do sindicato UAW de Michigan (EUA), Dean Parm, esteve presente e manifestou seu apoio e comprometimento de levar a luta dos metalúrgicos da GM de São José aos Estados Unidos e a outros países.

Assembleias na fábrica

Pela manhã, foram realizadas assembleias nos bolsões da GM onde 4 mil trabalhadores discutiram por uma hora os próximos passos da Campanha em Defesa dos Empregos na planta.

Os metalúrgicos aprovaram o chamado aos candidatos a prefeito de São José dos Campos a assinarem uma carta compromisso em defesa do retorno dos trabalhadores em layoff, manutenção e ampliação da produção do Classic na planta local e novos investimentos na fábrica.

A próxima reunião de negociação entre Sindicato e montadora acontece na quinta-feira, dia 4, e uma nova assembleia com trabalhadores em layoff será realizada na sexta-feira.

?Os trabalhadores da GM já entenderam que terão de lutar muito para barrar os planos da montadora. Seguimos ampliando nossa campanha e exigindo que o governo Dilma edite uma medida provisória proibindo as demissões?, explica o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá.

Outras Noticias :
Mapa do site
Desenvolvido por CMC Multimídia | Tel.: (12) 3645-2300 / 3522-2400 | Cel: 9 9112-8686
Copyright 2001-2017 - CMC Multimídia - Todos os direitos reservados
Carregando...
Receba as notícias do AgoraVale
Produto incluído no carrinho com sucesso!